Caro(a) Matosinhense,

Sou o Bruno Pereira, 36 anos, casado, pai de dois filhos, advogado. Sou candidato à Presidência da Câmara Municipal de Matosinhos, a minha terra, onde nasci, cresci, onde voto e exerço a minha profissão.

Não podia, pois, voltar as costas à nossa Terra que, num momento tão difícil, precisa de se projetar para o futuro, de se afirmar no seio da área metropolitana, de se transformar num município transparente, atrativo de investimentos, gerador de emprego e de riqueza, com mais harmonia e equidade entre as diversas freguesias e áreas do concelho, com mais qualidade de vida para todos.

Em breve apresentarei um programa estratégico, os objetivos e as propostas que tenho para Matosinhos, definindo como prioridades o Ambiente, a Cultura, o Desenvolvimento Social, as Empresas e o Emprego, a Educação, a Habitação, a Mobilidade, a Segurança e a Proteção Civil.

Um Programa assente na defesa da transparência e rigor da gestão municipal, sem o recurso sistemático aos ajustes diretos, sem concurso, sem consultas ao mercado, em que parecem ser sempre os mesmos os beneficiados e que a Câmara paga mais caro do que deveria.

Não é justo que se encham os cofres municipais com impostos dos matosinhenses, para se desbaratar milhões de euros em más políticas públicas.

Não aceito que Matosinhos venha a sofrer com os riscos de uma refinaria de lítio, cujo impacto na saúde pública e no ambiente está por determinar.

Não aceito que a Câmara se cale, num silêncio cúmplice, quando anunciam a aplicação de centenas de milhões de euros no Metro, no Porto e em Gaia, sem um euro para o Metro que ligue a Senhora da Hora ao Hospital de S. João, ou para resolver o trânsito na Rotunda dos Produtos Estrela.

Quero que Matosinhos seja um concelho mais justo, mais solidário, mais inclusivo, mais moderno.

Conte comigo para fazermos a nossa Terra melhor,

MATOSINHOS O FUTURO É AGORA!

O PSD de Matosinhos entregou à Câmara Municipal de Matosinhos um plano de ataque para fazer face à crise gerada pela pandemia do covid-19 que afeta todo o Concelho. Intitulado “20 medidas para 2020”, o documento apresenta um conjunto de propostas de apoio Socioeconómico, Social e de Manutenção e Incentivo à Empregabilidade. Redução na fatura da água, isenção de taxas municipais para empresas, criação de um Fundo Municipal de Crédito para microempresas ou o apoio aos idosos, são apenas algumas das ferramentas que o partido desafia a autarquia a implementar, entre 20 respostas que os matosinhenses precisam.
Uma crise como a que vivemos deve implicar uma revisão de prioridades e consequente libertação de uma parte significativa dos recursos municipais que devem ser aplicados naquelas que têm de ser as prioridades atuais: as pessoas, nomeadamente no apoio social, as empresas, no apoio ao setor económico, na manutenção e criação de emprego.
Assim, o PSD de Matosinhos e os seus autarcas, atentos ao evoluir de uma possível situação de crise económica e social originada pela pandemia COVID-19, propõe que a Câmara Municipal de Matosinhos pondere adotar as seguintes medidas, bem necessárias a uma resposta adequada ao à mitigação dos impactos sociais e económicos que podem ocorrer após o Verão de 2020:

©2021 PSD Matosinhos

Política de Privacidade - Avisos Legais

Web Designer - Mario Rocha

CONTACTE-NOS

Envie um pedido de contacto, e será respondido logo que possivel. Obrigado

Sending

Log in with your credentials

Forgot your details?